Resumo GD Observatório Fora do Eixo – Movimento Ecosol

Ata Observatório Fora do Eixo

Palestra de segunda-feira dia 03/08 – Sede do Massa Coletiva

Palestrante: Shimbo

Movimento de Ecosol
características:
Autogestão
Organização coletiva
Maioria das inciativas são cooperativas, existem tbm associaçoes e empresas autogestionarias

princípios:
Adesão livre e esclarecida
Cooperação (ao invés de competição) – dentro ou entre coletivos

Experiencia em São Carlos – parceria com Massa Coletiva

EcoSol e Desen Territorial – outros direitos de cidadania (saude educaçao e cultura)

Gerar trabalho e renda ja é um desafio, fica maiscomplicado no desenv. territorial

Iniciativas: Cooperativas de produção e trabalho, questionando as grandes cooperativas e as cooperativas fraudulentas (coopergatos)

Análise do circuito fora do eixo enquanto rede de articulação política (não tem CNPJ). Existem EES, rede, associações

Tem outras atividades: banco comunitário, banco de tempo, compras coletivas, etc.

Outras ITCPs para possíveis parcerias com os Empreendimentos de cultural pelo Brasil. Parceria INCOOP-Massa Coletiva.

Ator importante – governo

SENAES/MTE – falta as secretarias estaduais e mucipais

Conselho Nacional de EcoSol, tbm não tem estadual e municipal

Marco Legal: Lei geral do cooperativismo, Lei da Economia Solidária, Leis estaduais de EcoSol. A lei Federal de ECOSOL  está em tramitação no Senado atualmente e eve ser aprovada (esperamos todos) até o fim do ano. IMPORTANTE articulação política dos coletivos para pressionar esta aprovação!

Semestre passado em São Carlos: marco legal à elaboração de ante-projeto para ser submetida a câmera de regulementação da EcoSol no município.

Promotorias públicas (ator estratégico). Não sabe de mobilização para aproximação do movimento da EcoSol a promotorias públicas

Temos de começar a pautar nas administrações publicas a EcoSol.

Instâncias do Movimento da Ecosol
Foruns Municipais, regionais, estaduais e o brasileiro.
Coletivos devem procurar se relacionar com os foruns muniipais para inserção no movimento nacional.
Mapeamento nacional – SIES – Sistema Nacional de Informação em Economia Solidária – Necessidade do Circuito aparecer nesse mapeamento.

Perguntas:

PRIMEIRA PERGUNTA: [20:35] <Talles_Goma> Quais os principais desafios para se concretizar práticas em economia solidária?

Shimbo: Como podemos operacionalizar os princípios da EcoSol: Como garantir a democraicia? E como garantir a divisão equitativa do trabalho? Desafio: mediação entre trabalhos físicos e intelectuais. Principal desafio: desenvolver a Economia Solidária no país para que um dia se torne hegemônica. Papel dos fóruns municipais, estaduais e municipais.

b) Qual a importância de transformações culturais neste processo?

Diversificar as iniciativas culturais e delas criar novos EES (montagem de palco, som, etc). Aproveitar aquilo que já está acontecendo em vários territórios no país.

SEGUNDA PERGUNTA[20:35] <Pablo_Cubo> queria que ele falasse da diferença dos bancos de tempo e bancos de serviços:

Shimbo:Existência de tabela de serviços. Como ela é formatada? Discussão do ultimo dia. Banco de Tempo (exp na Espanha): a moeda e é a tempo.

TERCEIRA PERGUTA[20:34] <Piti_Cidadao_do_> Existe alguma lei de fomento à economia solidaria, em alguma instancia do poder público?

Shimbo: Sanca se baseou em outras leis municipais.Alguns estados já tem suas legislações.

QUARTA PERGUNTA [20:38] <[NOIZE]> Professor, pode nos citar algum municipio que ja tenha lei própria de econimia solidária, e como nós que moramos distantes podemos ter acesso a esses modelos? E como trabalhar a implantação destes modelos no nosso municipio?

Dica: Site do fórum brasileiro de EcoSol: FBES.org.br e e-groups

QUINTA PERGUNTA [20:38] <Pablo_Cubo> queria que ele falasse mais do lance da adesão livre….muitos coletivos vivem a realidade do entra e sai de pessoas e que demora pra se nivelar o debate e o comprometimento dentro de um coletivo…como ele ve isso

Shimbo: As psessoas tem de ter o conhecimento do movimento da EcoSol, de onde e o que é o Empreendimento que ela esta entrando. É necessário leitura dos encontristas, oficinas oferecidas pelos EESs, encontros, observatório (espaço de formação). Entrada de entrada e saída (com tranisção).  Processo de inserção deve fazer experimentações com critérios que devem ser testados.

6 – Bim_Goma: Qual seria a melhor maneira de institucionalizar legalmente os coletivos dentro de uma única perspectiva sob o viés da economia solidária? Para facilitar as trocas e captção de apoios.

O coletivo deve decidir se quer o cnpj – que vai fazer troca com o mercado e obter financiamentos. Ficar atento as diversas formas (editais, premios, etc) na área de ecosol.

Importante é a articulação política – não necessita de cnpj. A questão da institucionalização não é precedente, aindanão é necessária, mas pode ser estratégico.

7 – Gil ( gil é do movimento hip hop organizado brasileiro) Professor existem muitos editais para economia solidária e empreedimentos solidário no FINEP mais sempre é exigida uma fundação universitária de pesquisa para que o projeto com coletivos, associações e cooperativas participel. o Sr. num acha que issu burocratiza muito o processo e tb amarra o projeto há uma faculdade??

A Finep financia estudos de pesquisa.

A Incubadora vira parceira dos projetos.

Setores de baixa renda são beneficiados pelas incubadoras.

No caso do Massa coletiva, a parceria se dá por um financiamento externo, e o Massa se compromete

8 – pablo: quero que ele fale sobre as moedas complementares, ja que temos o cubo card, a lumoeda, o goma card e como e qual seria o melhor modelo de banco central…ja que estamos começando a conectar todas essas moedas.

Os coletivos que participam de moedas solidárias devem decidir entre si como serão feitas as trocas. A partir do acúmulo e contradições de cada coletivo e suas particulariadades.

É necessário mais pra frente, que haja o marco legal (lei de apoio). Ë necessario beber de experiencias externas já avançadas.

9 – Quais são as dificuldades encontradas pelas cooperativas autenticas de ecosol? Ataques às cooperativas de serviço.

Cooperativas de serviço, pela visão de algumas instituiçoes, ainda tem vinculo empregatício, pautadas na CLT. E por mais que elas sejam legítimas, com todas as características da ecosol, elas são perseguidas pelos

Proj Lei. da cooperativa de trabalho – está sendo aprovada

10 – marcio_bumbareco> O seguinte: em Teresina, aonde moro e trabalho, a cena independente é muito desorganizada e sem uma ação politica junto aos gestores publicos. como a economia solidaria pode servir didaticamente a essa classe e coloca-las em confronto com sua realidade?

Primeiro é questionar a realidade de cada lugar. Diagnóstico.

Tem que ser participativo, vai definir quais são as diretrizes que serão adotadas.  organização da ecosol está pautada em iniciativas economicas

11 – Professor, indique uma bibliografia básica para ter uma maior compreensão de um empreendimento de ecosol

Paul Singer – Indrodução da ecosol

FBES  várias indicaçoes

Consideraçoes finais…

O papel dos empreendimentos de ecosol – consolidar os coletivos, formação de novos coletivos, participação dos foruns municipais de ecosol, começar uma articulaçao com o movimento de ecosol, participar dos foruns regionais e o forum brasileriro. Preparar para o Forum Mundial de Ecosol e primeira feira mundial de ecosol (22 a 24 de janeiro em Santa Maria RS). 25 a 29 – Fórum Social Mundial (Porto Alegre). Necessidade de sistematizaçao do circuito fora do eixo para que ele seja incluso no moviemento (ex. atlas da ecosol). As iniciativas do circuito tem que aparecer no atlas deste ano! Aproximação das Universidades Públicas.

Anúncios

One thought on “Resumo GD Observatório Fora do Eixo – Movimento Ecosol

  1. Pingback: Abertura do dia. | Brasil Autogestionário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s